Estado do Pará é um exemplo: Tarifa de energia subiu 500% após privatização

Em 1988, o atual governador do Pará, Simão Jatene (PSDB), era secretário de Planejamento e também tinha o discurso de que a privatização das Centrais Elétricas do Pará (Celpa) iria melhorar o serviço e baratear a tarifa. Dezenove anos depois da venda da empresa, a tarifa teve um aumento de 513% (dos do final de 2016), enquanto a inflação no período foi de 232%.

Além do aumento abusivo da tarifa, a compra da atual Celpa Equatorial também provocou demissões, acidentes de trabalho, má qualidade dos serviços e lucro, muito lucro para os empresários. De acordo com dados do Sindicato dos Urbanitários do Pará divulgados no blog “Falando Verdades”, somente nos últimos três anos, a Celpa teve um lucro milionário de mais de R$ 1 bilhão.

Apesar do grande lucro, não se percebe melhorias nas condições de trabalho e nos serviços prestados aos consumidores. Uma das explicações é a prática excessiva da terceirização, ou seja, a contratação de empresas para fazer as principais atividades. Hoje, cerca de 80% dos serviços são repassados às empreiteiras e são apenas cerca de 1.400 trabalhadores próprios e aproximadamente sete mil terceirizados.

Com isso, a empresa não se responsabiliza pelos serviços que oferecem maiores riscos e também não fiscaliza corretamente os serviços das empresas contratadas. O resultado é o aumento dos acidentes de trabalho, já que os trabalhadores das empresas são expostos a jornadas abusivas e sem treinamento adequado. O nome disso é precarização do trabalho.

Não é à toa que a Celpa ficou em 62º lugar entre as 63 empresas concessionárias de energia na última pesquisa realizada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), em 2016, para medir o índice de satisfação do consumidor.  63) pesquisa Iasc 2016 (Índice ANEEL de Satisfação do Consumidor).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s