Extremistas usam Internet para atrair jovens, diz estudo da UNESCO

Extremistas violentos usam a Internet para atrair público, disseminar conteúdo e impulsionar o diálogo direto com jovens, segundo estudo de uma agência das Nações Unidas, segundo o qual mais pesquisas são necessárias para descobrir se as mídias sociais têm papel efetivo na radicalização.

“Mais do que propulsora ou causa de comportamento violento, a Internet e as mídias sociais especificamente podem ser facilitadoras de processos mais amplos de radicalização violenta”, disse a pesquisa divulgada na sexta-feira (29) conduzida pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).

O objetivo do estudo foi responder à pergunta: “as mídias sociais levam indivíduos vulneráveis a recorrer à violência?”.

De acordo com os autores, a radicalização violenta geralmente envolve diversas ferramentas, e deve ser vista no contexto de outras plataformas de comunicação e de fatores sociais significativos, como causas políticas, sociais, culturais, econômicas e psicológicas.

As conclusões do estudo “Juventude e extremismo violento nas mídias sociais” são baseadas em mais de 550 estudos em árabe, inglês e francês, publicados em revistas científicas e na chamada “literatura cinza”, fora dos canais tradicionais de publicação.

O estudo também concluiu que o uso de mídias sociais pode impulsionar o medo entre os usuários de Internet e polarizar sociedades.

Em resposta, tentativas de combater o uso das mídias sociais não se provaram eficazes, podendo “prejudicar liberdades online, especialmente a liberdade de expressão, de informação, a privacidade e o direito de associação”, disse o estudo.

Entre outros pontos, os autores recomendaram que os governos reconheçam o status das mulheres tanto como atores como alvo de radicalizações online, e apoiassem uma maior representatividade delas.

O estudo também recomenda que a imprensa evite “medo, estereótipos, preconceitos e notícias falsas e reafirme a importância da ética na mídia diante da radicalização dos jovens pelo extremismo violento”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s