A inquisição cria o mártir

Por Mino Carta – Da Revista CartaCapital Na noite de 19 de abril de 1980, estava eu com o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo e Diadema, Luiz Inácio da Silva, melhor conhecido como Lula, à espera da Polícia Federal, que iria prendê-lo. Ele mostrava-se tão sereno quanto no dia 6 de abril […]

Leia Mais "A inquisição cria o mártir"

Intérpretes do país sem futuro

Por Mino Carta – Da Revista CartaCapital O espetáculo encenado pelo STF dia 4 de abril de 2018 é altamente representativo da tragédia de um país medieval chamado Brasil. Há tragédias e tragédias, a nossa é tosca, grosseira, vultar, a ponto de assumir o tom e o ritmo da pantomima e precipitar no ridículo. Não, não […]

Leia Mais "Intérpretes do país sem futuro"

Delírio criminoso

Por Mino Carta – Da Revista CartaCapital Nada mais tenho a dizer sobre o Brasil de hoje, a obra-prima da dinastia de Avis atingiu o país (revisão, por favor, toda a palavra em caixa baixa) sem futuro. Um amigo italiano, jornalista, Franco Vaselli, escreveu um livro intitulado Povero Rico Brasile, pobre rico Brasil, entreguei-o a dois […]

Leia Mais "Delírio criminoso"

Tíbios e insensíveis

Por Mino Carta – Da Revista CartaCapital Diz Michel Temer que o assassínio de Marielle Franco representa “um atentado contra a democracia”. A melíflua figura não esmorece na exibição de sua desfaçatez. Atentado à democracia é tudo o que se deu em consequência do golpe de 2016, a começar pela presença dele mesmo na Presidência da República, […]

Leia Mais "Tíbios e insensíveis"

Basta impedir Lula?

Por Mino Carta – Da Revista CartaCapital A rejeição pelo STJ do pedido de habeas corpus para o ex-presidente Lula não causa a mais pálida sombra de surpresa. Que esperar de uma pretensa Justiça pontual aliada no golpe dos outros dois Poderes da República? É do conhecimento até do mundo mineral que o estado de exceção […]

Leia Mais "Basta impedir Lula?"

Cada vez mais para trás

Por Mino Carta – Da Revista CartaCapital Durante a ditadura, desenvolvi a tese de que o quepe dos generais brasileiros era muito apertado, de sorte a lhes provocar dores de cabeça violentas. Inspirava-me no triste destino do dobermann, o cão obrigado a hospedar o cérebro no crânio muito estreito. Vários quatro-estrelas nativos apresentavam sinais do fenômeno, bem […]

Leia Mais "Cada vez mais para trás"