Ferrajoli disse tudo

Por Mino Carta – Da Revista CartaCapital O desembargador João Pedro Gebran Neto, relator dos processos da Lava Jato do Tribunal Regional Federal da 4a. Região, acostumado a levar em média 279 dias para elaborar seu voto, concluiu em102 sua decisão em relação ao recurso apresentado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra a […]

Leia Mais "Ferrajoli disse tudo"

Lula vs. casa-grande

Por Mino Carta – Da Revista CartaCapital Ao constatar a dificuldade dos mafiosos no poder de encontrar um candidato potável para as eleições de 2018, permito-me sugerir o nome de Mister Músculo na cozinha, no banheiro, limpa tudo onde quiserem. Parece-me muito mais convincente do que Geraldo Alckmin, João Doria, Luciano Huck et caterva. Por […]

Leia Mais "Lula vs. casa-grande"

Desastre anunciado

Por Mino Carta – Da Revista CartaCapital Com as quadrilhas no poder é impossível negociar, e peço perdão pela obviedade. Outra é a seguinte: não há saída afora um protesto popular maciço e destemido, como, em situações similares, se deu em outros países. Dói-me pronunciar a terceira obviedade: não há como esperar pela revolta do […]

Leia Mais "Desastre anunciado"

De exceção em exceção

Por Mino Carta – Da Revista CartaCapital Domingo 12 de novembro foi dia movimentado no Palácio do Jaburu. De tarde, Michel Temer foi visitado pelo “Índio” que preside o Senado Federal, digo, Eunício Oliveira, à noite reuniu-se com o Darth Vader nativo, digo, o ministro Gilmar Mendes, e da bem nutrida conversa participou também o […]

Leia Mais "De exceção em exceção"

A negociação é impossível

Por Mino Carta – Da Revista CartaCapital Na modestíssima moldura da Operação Misericórdia pelo Brasil proponho a leitoras e leitores um momento de reflexão. Na sua página desta edição, diz Marcos Coimbra, presidente do Instituto Vox Populi e nosso colunista, por quem tenho apreço irrestrito, que somente Lula de volta à Presidência pode recolocar o […]

Leia Mais "A negociação é impossível"

Hora de reagir

Por Mino Carta – Da Revista CartaCapital Não há como saber se as flores aos finados são todas merecidas, é certo, porém, que os homenageados tiveram dias bem menos atormentados do que os nossos. Nunca o Brasil viveu tempos iguais aos desencadeados pelo golpe de 2016, nem mesmo nos 21 anos de ditadura. Explico. Os […]

Leia Mais "Hora de reagir"